Como começar o seu negócio de sinalização digital

0
48

Segunda parte

Escolher as suas ferramentas

Já discutimos quais as estratégias e modelos de negócio que deve considerar para o seu negócio e, neste momento, você pode imaginar para onde seu negócio está indo.

Você entende as suas necessidades, e agora precisa começar a escolher uma plataforma que vai cumprir esses requisitos. Muitas pessoas tendem a procurar hardware em primeiro lugar, mas por favor esteja ciente de que o hardware é inútil a menos que você tenha o software que pode conectá-lo com todas as características que você deseja.

O nosso conselho é primeiro pensar numa plataforma de software! A maioria das plataformas de software profissionais oferecem uma grande opção de hardware compatível, por isso não se preocupe muito.

Compreendendo a complexidade das plataformas

Algumas plataformas de software são excelentes mas podem ser bastante complexas de usar. Isto significa que você pode precisar de pessoal especializado e até talvez de formação adicional, que pode trazer custos adicionais. Isto, naturalmente, não é um fator oculto, uma vez que é bastante fácil de detectar o que é complexo software.

Onsign - Variety Screens

Vamos primeiro rever os aspectos que deve considerar ao olhar para uma plataforma de software:

Alocação fisica ou na núvem?

O eterno debate da idade moderna, tal e qual o do iPhone vs Android, tem dois lados com as suas vantagens e defeitos. Alocação física, como seu nome indica, funciona nas instalações da organização que está usando o software. Armazenamento na núvem, por outro lado, pode ser acessado através da Internet e é tipicamente hospedado por um fornecedor externo.

A tendência é clara, com todos os negócios a adotar cada vez mais soluções de nuvem. Vamos tentar entender porquê. Alocamento físico vai exigir que você tenha algum tipo de equipe de TI para manter as coisas funcionando. Mesmo se você tem uma equipe de TI provavelmente terá que pagar extra para o seu fornecedor de software por apoio contínuo, atualizações e eventual manutenção. Estas são todas as coisas que terá garantidas se escolher a núvem.

Outro aspecto a considerar é o tempo de desenvolvimento e custo. Você pode lançar uma grande operação de sinalização digital em poucos minutos e com zero despesas de capital, no caso de escolher uma solução de nuvem. Escolher alocação física, vai custar-lhe um monte de tempo para a configuração. Para não mencionar, que toda a equipe de TI se apavora com a necessidade de adicionar outra "box" no seu datacenter e tentar compreender e obter autorização para abrir portas na firewall, entre outras reservas.

Ambos os lados têm as suas vantagens e defeitos e você provavelmente vai descobrir que um deles se adapta ao seu (modelo de) negócio melhor que o outro.

Quanto necessita para se comprometer?

Tem a liberdade de mudar o seu provedor no caso de você achar necessário? Os erros estão prestes a acontecer, mas uma certa flexibilidade vai certamente proporcionar-lhe um caminho mais fácil para a solução. A liberdade de alterar neste sentido é expressa tanto na duração do contrato como também na transferência dos dados no caso de comutação. Como seria a escala de plataforma?

Vamos supor que tem centenas de écrans. Será que esta plataforma consegue lidar com todos?

Você provavelmente tem uma idéia geral de quantos écrans se necessitará no seu negócio. Contudo, se começar a expandir, a sua empresa pode exigir um maior número de écrans, e uma plataforma que pode apoiá-los vai certamente fazer o upgrade mais fácil.

Suporte de multiplas plataformas

Pensando um pouco mais longe do que na simples quantidade de écrans suportados, a variedade de opções de écrans é de outra importância.Uma plataforma que suporta tantos tipos de tocadores quanto possível concede-lhe mais flexibilidade. Evite hardware de proprietário a todo o custo! Isso irá limitar suas escolhas e, em muitos casos, colocá-lo numa situação de refém, porque os custos de mudança são muito altos. Nestes dias e épocas, os desenvolvimentos tecnológicos acontecem rápido e você quer ser capaz de trabalhar com o novo estado de arte, em vez de apenas estar utilizando o velho.

Acessibilidade para o seu time

Muitas empresas precisam de apoio no acesso a multiplos usuários e na definição de permissões de acesso personalizadas. Se você está pensando em ter um time de qualquer tamanho a interagir na sua rede digital, este recurso é uma obrigação! Reduz o tempo de reação, aumenta a produtividade e oferece um uso mais simples. É uma das principais características do software de sinalização digital inteligente.

Que tipo de suporte oferece esta plataforma?

Um dos recursos mais poderosos é a capacidade de gerir e manter remotamente os seus elementos instalados. Permite que acompanhe assuntos para resolvê-los o mais rapidamente possível. Você também pode acompanhar remotamente recursos disponíveis nos seus tocadores, permitindo simplesmente que mantenha um olho sobre as coisas de uma forma muito mais fácil.

O recurso do relatório

Os relatórios são outro ingrediente essencial, já que lhe permitem manter-se informado sobre o menor dos detalhes. Por exemplo, se estiver a vender anúncios, vai exigir relatórios detalhados da sua rede digital. Esse recurso também é útil se está a tentar manter os seus clientes actualizados, o que é uma marca do bom atendimento ao cliente. Este recurso não é difícil de encontrar, mas é vital para o software para tornar o processo de comunicação rápida e fácil.

Como se comportam os tocadores em caso de uma perda de conecção?

Ao iniciar um novo negócio, a maioria das pessoas tende a pensar no lado positivo das coisas e isso é ótimo. Mas a verdade é que qualquer solução profissional deve ser resistente a todos os cenários possíveis. Com isto em mente, assegure-se que:

  • Os seus tocadores e rede devem recuperar e estar operacionais depois de uma falha de conecção
  • Os seus elementos devem apresentar o conteúdo sem falhas, mesmo no caso de a rede estar indisponível.
  • A sua plataforma de software deve conseguir atualizar o seu conteúdo, mesmo no caso de sua rede ser pobre e frequentemente avariar. (Muitas plataformas reiniciam a transferência de arquivos no caso de a conecção cair. Isso significa que o arquivo pode nunca chegar, caso se trate de um grande vídeo, a ser carregado até o limite do alcance de WiFi.)

Fizemos a conecção entre a plataforma e hardware. O que mais é essencial ter em consideração quando se trata de hardware?

Escolher o hardware

Muitos operadores sentem-se tentados a ir por atalhos e comprar o hardware mais barato a todo o custo, ou sem nenhum custo se possível. Mas lembre-se, na maioria dos casos você recebe o que você paga. Você pode ter o melhor software, mas não terá um impacto se o seu hardware não o pode facilitar. No final, você pode vir a dar-se conta que toda a configuração não irá funcionar, não importa o quão avançado o seu software é.

Onsign - Player

O software por ser intangível é, naturalmente, muito mais flexível. Se você se encontra numa situação onde o software é o problema, não terá de procurar em vários lugares para resolver o problema, como é o caso quando se trata de hardware.

Precisa se comprometer com hardware? Apenas até certo ponto, no que toca à instalação. Você pode e deve evitar a compra de qualquer tipo de hardware de proprietário, uma vez que irá ficar preso para a toda a vida!

Outras características e aspectos

Eficiência de WiFi: Você provavelmente está acostumado a esta regra em sua casa, mas também pode aplicar ao seu negócio. Vários routers com antenas externas podem fornecer um alcance razoável de conectividade Wi-Fi, em oposição às internas.

Vigilante de Hardware: Um hardware que monitoriza e redefine o processador de um dispositivo de computador, se necessário; resultado mais comumente causado por uma anomalia de software ou mesmo um acidente de software. Este é um mecanismo muito útil que funciona completamente de forma interessante. É baseado num temporizador de reset, que é constantemente atrasado pelo software. Se o temporizador chega a zero num ponto, o que implicaria mau funcionamento de software, o processador é reiniciado. Um bom dissipador de calor é também outra parte do hardware à qual deve prestar atenção.

Segurança: Enquanto é mais frequente ter hardware digital nas suas instalações ou dentro de uma área que pode ser facilmente encerrada depois de horário de trabalho, isso nem sempre é o caso. Deve considerar a segurança e ver como faz para bloquear fisicamente o seu hardware. Além de roubo, segurança contra impactos climatéricos é também importante.

Paredes de video: Dependendo do objetivo, uma parede interactiva ou mesmo uma parede digital simples podem ir muito mais longe do que vários écrans. Falando de tamanho e qualidade, a resolução é também um fator importante a considerar. 1080p é padrão hoje em dia, mas também pode considerar 4k, ou até mais, se achar necessário. A possibilidade de reprodução horizontal e vertical é uma configuração óbvia. No entanto, não se esqueça de verificar se o seu hardware mantem ambos, já que este é um problema que ninguém quer ter.

O sistema operativo: Escolher o sistema operativo faz parte de sua escolha hardware. O Windows é definitivamente a escolha segura, sendo confiável e presente há muito tempo no mercado, mas para uma interface que é mais facilmente gerida, flexível e apelativa, nós sugerimos escolher Android sempre que possível.

Podemos dividir os elementos Android em três categorias

1. Amadores

Estes são hardwares aceitáveis, mas construídos para operar e sobreviver a uso doméstico. Um bom exemplo disso são Dongles e Sticks Android. Eles são super acessíveis e têm também um grande desempenho! Ainda assim, você pode vê-los como uma solução ideal para assistir seus filmes Netflix, ou mesmo para obter alguns dos seus aplicativos favoritos no grande écran.

Honestamente, temos até vários operadores de sinalização que usam este tipo de dispositivo. No entanto, a realidade é que eles não são construídos para sobreviver 24 horas por dia, 7 dias por semana aos requisitos de uma operação de sinalização profissional. Para ser mais específico, vamos falar sobre alguns dos aspectos nos quais estes dispositivos realmente ficam aquém.

  • Dissipador de calor - Estes dispositivos pequenos ficam muito quentes. Este problema é agravado por muitos a serem diretamente ligados à TV, outra fonte de calor. Além de potencialmente poderem quebrar o seu dispositivo, há uma boa chance de que o dispositivo se reinicie ao longo do tempo, apenas devido ao sobreaquecimento. Em algumas situações, vemos muitos destes dispositivos estagnados porque aquecem.
  • WiFi - Estes aparelhos têm antenas Wi-Fi extraordinariamente más.
  • Distribuição de firmware - Uma vez que estes são distribuidos por empresas menores, muitos simplesmente não seguem as normas Android. Uma vez que lutam uma guerra de preços/características, eles batalham para conseguir o firmware mais recente. Isso significa que em muitos casos o Android embutido simplesmente "não é compatível". Como resultado, você pode verificar comportamento estranho de software, instabilidade e incompatibilidade com alguns recursos de software.

2. Prosumer

Este é um segmento que vem ganhando força significativa dentro da comunidade de sinalização digital. Estes são os dispositivos que aliam a perspectiva de acessibilidade exigida por usuários domésticos com um design sólido.

O melhor representante para esta categoria seriam os Minix Players. Eles oferecem uma grande qualidade de construção e já trazem uma série de características, antes vistas apenas em dispositivos profissionais. Um bom exemplo é a opção de adicionar uma bateria interna para o RTC (Real Time Counter).

3. Componentes profissionais

Estes são os dispositivos mais confiáveis ​​que vai encontrar. Normalmente, construídos sobre uma caixa de metal fechada que vêm com opções para fixar o dispositivo na parede e noutras superfícies. Outros aspectos positivos são:

  • O hardware pode ser definido de raíz para exibir conteúdo em modo de retrato e paisagem.
  • O reprodutor traz um vigilante de hardware embutido. Este sistema continua a testar o reprodutor e no caso de falha, o dispositivo será reiniciado automaticamente tentando superar o problema.
  • Eles têm uma bateria incorporada Real Time Clock.
  • Porta de série. Pode ser usada para enviar comandos tais como ligar e desligar o seu monitor.
  • HDMI-CEC﹣Este é o novo método para mandar comandos para o seu monitor de sinalização.

Cuando usar reprodutores Windows

Não há dúvida que o Android está aqui para ficar e que a sua cota de mercado está a subir rapidamente no mercado de sinalização. Ainda assim, existem algumas situações em que o Windows será melhor:

  • Aplicativo de video Wall ﹣ O Windows oferece uma variedade grande de quadros gráficos. Isto significa que pode projetar várias configurações.
  • Cuando potencia extra é necessária ﹣ Alguns aplicativos, especialmente os baseados em HTML, podem requerer esforços extra da parte do seu reprodutor. Apesar do Android ter uma performance excelente, as máquinas Windows ainda são as mais potentes.
  • Conteúdo baseado em Flash - Apesar do flash estar a perder terreno existem muitos operadores que ainda dependem dele para a apresentação de conteúdo. Se quiser usar flash, vai precisar do Windows.

Resumindo, um modelo de negócio é sem dúvida o primeiro passo que deve dar antes de qualquer investimento. Quando o seu plano for sólido e sua meta estiver definida, deve explorar para descobrir que hardware e software cumprirão os requisitos do seu plano. Desde que tenha estes elementos bem definidos, as chances de sucesso aumentam substancialmente!

Onsign - Book

Créditos de imagem para BK, VIA Gallery (#1), (#2) no Flickr.com.